domingo, 11 de junho de 2017

I
Queria ser mar
mas era só gota
boiando no dilúvio
respingando da cachoeira
pingava, às vezes na beira
da estrada...

que nada
já tinha passado
da sua parada
e o pensamento
não voltava
na via
via muita coisa
e não havia
muito tempo
gastou metade
de uma caixinha de fósforo
no alto
da escada

II
Queria ser mar
mas era só
gota
escorrendo
nas pedras
doce
antes fosse
dilúvio
mas era respingo
ploc- ploc- ploc
pingando
de beira
em cachoeira
poeira
líquida

III
Queria ser mar
infinito
mas era gota
contava
cada ploc
cada 12 segundos de vida
quando despencava
do alto
até atingir
o buraquinho da
pedra
tanto bate
até que
pura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário